Coma, Lemu, coma!

Dias e dias tomando receitas mirabolantes de sucos com tudo quanto é vegetal e fruta, tentando me convencer de que um copo de extrato de aipo com beterraba e melão é uma refeição gourmet que não apenas supre minhas necessidades nutricionais e psicoafetivas como também embeleza a figura, enobrece a alma e me salva do purgatório.

Daí ontem eu cansei dessa frescura e resolvi ser feliz: fui ao supermercado, comprei nachos, tacos, carne moída, abacate, feijão preto, queijo muçarela e pimenta, muita pimenta. Preparei O almoço mexicano, comi até quase espocar, tomei toda a cerveja que quis e arrematei com um potão de sorvete de chocolate. Pra compensar, fui pra ioga mesmo com o bucho estufado, e hoje às sete da madrugada tava na cadimia pra sessão regular de tortura.

Até agora a barriga dói da comilança, mas o sorriso dá três voltas na cara. Porque acho super bonita essa coisa de alimentação natural, orgânicos in, transgênicos out, fat free, low carb, no taste, pão sem glúten, leite deslactosado, café descafeinado, água desmineralizada etc. etc. Mas eu gosto mesmo é de COMER, disculpaê.

Anúncios

Uma resposta em “Coma, Lemu, coma!

Diga lá!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s